CÂMARA REJEITA ENVIAR AO STF DENÚNCIA CONTRA TEMER POR 251 VOTOS A 233

Pela segunda vez, a Câmara dos Deputados decidiu arquivar a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. Por 251 votos a 233, o peemedebista, que chegou a ser internado nesta quarta-feira por problemas urológicos, se livrou novamente no plenário. A votação ainda teve 25 ausências e duas abstenções.

O resultado final teve 12 votos a menos a favor presidente do que a primeira denúncia do então procurador-geral, Rodrigo Janot. À época, Temer venceu com o apoio de 263 deputados.

Mais cedo, após quase oito horas de obstrução, sem ir ao plenário da Câmara, mesmo com o apelo dos líderes governistas,  representantes da oposição se revezaram na tribuna com discursos a favor do prosseguimento da investigação.

Após o encaminhamento do relator Bonifácio de Andrada favorável ao arquivamento, a decisão da Casa pela rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer já era esperada.

Denúncia

No dia 14 de setembro, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Em junho, Janot havia denunciado o presidente pelo crime de corrupção passiva.

Desta vez, Temer é acusado de ser o líder de uma organização criminosa desde maio de 2016 até 2017, segundo a denúncia.

Veja como votou o deputado federal Weliton Prado, Pros. Abaixo veja como votaram os mineiros representantes.

Adelmo Carneiro Leão (PT) – não

Ademir Camilo (Pode) – sim

Aelton Freitas (PR) – sim

Bilac Pinto (PR) – sim

Bonifácio de Andrada (PSDB) – sim

Brunny (PR) – sim

Caio Narcio (PSDB) – sim

Carlos Melles (DEM) – sim

Dâmina Pereira (PSL) – sim

Delegado Edson Moreira (PR) – sim

Diego Andrade (PSD) – sim

Dimas Fabiano (PP) – sim

Domingos Sávio (PSDB) – sim

Eduardo Barbosa (PSDB) – não

Eros Biondini (Pros) – não

Fábio Ramalho (PMDB) – sim

Franklin (PP) – sim

Gabriel Guimarães (PT) – não

George Hilton (Pros) – não

Jaime Martins (PSD) – não

Jô Moraes (PCdoB) – não

Júlio Delgado (PSB) – não

Laudivio Carvalho (SD) – não

Leonardo Monteiro (PT) – não

Leonardo Quintão (PMDB) – sim

Lincoln Portela (PRB) – não

Luis Tibé (PTdoB) – sim

Luiz Fernando Faria (PP) – sim

Marcelo Álvaro Antônio (PR) – não

Marcelo Aro (PHS) – sim

Marcos Montes (PSD) – sim

Marcus Pestana (PSDB) – sim

Margarida Salomão (PT) – não

Mário Heringer (PDT) – ausente

Mauro Lopes (PMDB) – sim

Misael Varella (DEM) – sim

Newton Cardoso Jr (PMDB) – sim

Padre João (PT) – não

Patrus Ananias (PT) – não

Paulo Abi-Ackel (PSDB) – sim

Raquel Muniz (PSD) – sim

Reginaldo Lopes (PT) – não

Renato Andrade (PP) – sim

Renzo Braz (PP) – sim

Rodrigo de Castro (PSDB) – sim

Rodrigo Pacheco (PMDB) – abstenção

Saraiva Felipe (PMDB) – sim

Stefano Aguiar (PSD) – não

Subtenente Gonzaga (PDT) – não

Tenente Lúcio (PSB) – sim

Toninho Pinheiro (PP) – sim

Weliton Prado (Pros) – não

Zé Silva (SD) – sim

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *