AEROPORTO DE MURIAÉ PODE SER REALIDADE

por LUCIANA ARCHETE

advogada e jornalista MG19681JP

 

O Diretor do Departamento do Programa Federal de Auxilio de Aeroportos, Eduardo Henn Bernardi, disse que os aeroportos regionais são prioritários para o governo. Hoje são 129 aeroportos regionais no Brasil que recebem voos regulares no país que precisam de investimento para melhorar sua qualidade para atender aos usuários.

Mas, além destes locais, há cerca de 121 municípios querendo entrar na rota da aviação doméstica e, dentre eles, Muriaé (Zona da Mata).

De acordo com Eduardo Henn Bernardi, no Plano de Aviação Regional o governo vai identificar os aeroportos por onde as companhias querem voar mais e as estratégias para elaborar uma melhor cobertura do território nacional. “As formas de fazer isso podem ser diversas: por meio de investimento da Infraero [Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária], dos estados e municípios entre outras”.

A intenção do governo é a de ter aeroportos para cobrir 94% da população brasileira em um raio de 100 quilômetros dos aeroportos. Hoje o percentual é 79%.

O estudo de Muriaé foi concluído no dia 16 de setembro e, no dia 9 de outubro o deputado Federal Renzo Braz se reuniu, diretor do Departamento do Programa Federal de Auxilio de Aeroportos, Eduardo Henn Bernardi, para agradecer a inclusão do aeroporto de Muriaé no Plano de Aviação Regional. A reunião foi acompanhada pelo coordenador geral de Planejamento do departamento de gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos, Marcio Maffili Fernandes e pelo secretário de Relações Institucionais de Muriaé, Sinval Ferreira.

Do encontro participou o ministro da chefe, Alexandre Padilha, que esclareceu que a secretária está realizando um Estudo de Viabilidade Técnica, para verificar se o aeroporto apresenta condições ideais para expansão ou se será preciso construir novo aeroporto.

foto assessoria renzobraz
foto assessoria renzobraz

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *